19 de julho de 2013

O Papa Suspende Viagem ao Brasil e concede Perdão a quem o seguir no Twitter

A Igreja Católica vai conceder indulgências a quem seguir o papa Francisco na rede social "twitter", noticiam, esta quarta-feira, vários órgãos de comunicação internacionais citando fontes oficiais do Vaticano.
Numa tentativa de juntar as práticas antigas com os hábitos da modernidade, a Igreja Católica vai permitir que os seguidores do papa Francisco na rede social Twitter possam beneficiar de indulgências, uma espécie de perdão papal que dantes apenas era concedido pessoalmente, mas que agora pode ser obtido através da internet, embora seja precisa uma dose de "fé à moda antiga".
"Não se pode obter indulgências como quem vai beber um café", avisa o arcebispo Claudio Maria Celli, chefe do concelho pontífice para a comunicação social, em declarações ao jornal italiano "Corriere della Sera".
As indulgências, nos tempos antigos, eram usadas para reduzir o tempo que os mortos passavam no purgatório antes de o seu destino eterno ser decidido, mas foram alvo de críticas devido às autênticas "compras de tempo" que eram feitas na Idade Média, com pouca ou nenhuma ligação à fé católica.
Hoje em dia, as indulgências são concedidas a quem realize certas tarefas, como subir os Sagrados
Degraus, em Roma, o que vale menos sete anos no Purgatório, de acordo com a crença católica, mas vão ser também concedidas no âmbito da Jornada Mundial da Juventude.
Consciente de que nem todos os jovens fiéis têm dinheiro para ir até ao Rio de Janeiro, o departamento do Vaticano encarregue de analisar o perdão dos pecados estendeu o privilégio a quem siga "os ritos, pios e exercícios" católicos na televisão, na rádio e através das redes sociais.
"Isso inclui o Twitter", disse uma fonte desse departamento, citada pelo jornal britânico Guardian, referindo-se à conta do papa Francisco, que tem sete milhões de seguidores, esclarecendo: "Mas a pessoa tem de estar a seguir os eventos ao vivo, não é como se recebesse uma indulgência por estar à conversa na internet".
Para além das indulgências concedidas através de redes sociais, o Vaticano tem-se esforçados por modernizar a sua comunicação, tendo um portal de notícias online, uma página no Facebook e planeia usar o site de 'social networking' Pininterest.
"O que realmente interessa é que os tweets [pequenas frases publicadas em tempo real] que o papa envia do Brasil ou as fotografias que as Jornadas Mundiais da Juventude que aparecem no Pininterest produzam autênticos frutos espirituais nos corações de toda a gente", conclui o arcebispo Celli.
Comentário Pessoal: Pode a Igreja Católica perdoar pecados “online ou nos confessionários”? Ou melhor, que diz a Bíblia?
Pecado é transgressão da lei de Deus. Por isso somente e exclusivamente Deus pode perdoar o pecador. Exemplo: “A pessoa que comete um crime pecou contra as leis de Deus e as leis do país. Assim ela responderá perante a lei e se for condenada pagará pelo que cometeu perante os homens, mas perante Deus não estará justificada porque só Ele, Deus, poderá perdoá-la”.
Perdoar é remir o que pecou cometeu falta ou dívida. Pode o homem perdoar pecados? A Bíblia diz que todos pecaram e foram destituídos da glória de Deus (Rom 3: 23). Diz ainda que Deus não poupou nem os anjos que pecaram (II Pedro 2:4); se todos pecaram, como pode o pecador perdoar pecados? Você pode perdoar alguém que o prejudicou, que o ofendeu, que lhe causou males (Efésios 4: 32). Jesus afirma isso em (Mateus 18: 21 e 22) quando disse para perdoar os que nos ofendem (pecam contra nós) até 70 x 7. Isso é perdoar pela culpa pessoal mas o pecado em si, a transgressão dos ensinos divinos só Deus em Cristo pode nos perdoar. Homem nenhum tem poder para perdoar pecados.
 Jesus ensinou a oração do “Pai Nosso” e lá nota-se a pessoa dizendo a Deus: “perdoa as nossas dívidas (pecados) como nós perdoamos aos nossos devedores”. Fica claro aí que você tem obrigação de perdoar aqueles que te causam males, mas o pecador só é e pode ser perdoado e remido dos pecados por Jesus. Podemos interceder junto a Deus pelo próximo, mas perdoar pecados não! Moisés suplicou pelo povo de Israel dizendo a Deus: “perdoa-lhes os pecados...” (Êxodo 32:32). Estevão suplicou pelos seus algozes (Atos 7: 60). Daniel suplicou pela nação judaica no exílio (Daniel 9: 19), mas para perdoar pecados é só Jesus. (Mateus 9:6) diz: “Para que saibais que o Filho do homem na terra tem poder para perdoar pecados...”. O salmista diz que com Deus está o perdão (Salmos 130: 4). Cristo morreu pelos nossos pecados (I Coríntios 15: 3). João diz: “Mas se nós confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados” (João 1: 8).
 O pecador perdoado é ensinado para nunca mais pecar, eis a recomendação de Cristo: “Vai e não peques mais!” Porque a alma que pecar essa morrerá. Cristo, somente Cristo pode remir o homem de seus pecados.
 O pecado gera a morte e a morte é o salário do pecado (Romanos 6: 23), e ao homem está ordenado morrer uma vez (Hebreus 9: 27). Esse salário todos receberão, mas o perdão de Jesus nos livra da segunda morte que é a condenação eterna, sofrimento eterno. Busque o perdão de seus pecados somente em Jesus e enquanto você vive neste mundo, porque após a morte não haverá perdão, só existe dois lugares na eternidade: paz eterna aos perdoados por Cristo e fogo eterno para os que morrerem sem Cristo e seu perdão. Lá não existem meios de salvação, purgatório é ficção, nunca existiu, aqui você nunca mais voltará – está ordenado ao homem morrer uma só vez.
A Igreja Católica é uma grande empresa religiosa e, ao mesmo tempo, económico-financeira. Não pode ser dirigida sem dinheiro, daí o bispo americano Paul Marcinkus, secretário do Instituto Para as Obras Religiosas (IOR), mais conhecido como Banco do Vaticano, ter dito, de modo apropriado: “Pode-se viver neste mundo sem se preocupar com o dinheiro? Não se pode dirigir a Igreja com ave-marias”.
Francisco, o papa jesuíta perdoa os pecados pelo Twitter. Tanto quanto parece os brasileiros não acreditam e vivem no país supostamente mais católico do muno!
Olhai a Jesus e vivei!
José Carlos Costa

1 comentário:

  1. E Jesus disse: Todos aqueles a quem vos perdoarem , eis que serão perdoados.

    ResponderEliminar